segunda-feira, 9 de março de 2020

Jovem de Imaculada e seu esposo mais uma vez vão ao pódio do Campeonato Pernambucano de Jiu-Jitsu

Jovem de Imaculada e seu esposo mais uma vez vão ao pódio do Campeonato Pernambucano de Jiu-Jitsu



Foi realizado neste domingo, 08, na cidade de Afogados da Ingazeira, no Sertão de Pernambuco, a primeira etapa do Campeonato Pernambucano de Jiu-Jitsu.

Maria de Fátima Ribeiro é natural de Imaculada, na Serra do Teixeira, e os pais dela residem no Sítio Santo Antônio. Ela é casada com Ricardo Siqueira, e os dois residem na cidade de Tabira-PE. 

Ela ficou em segundo lugar na categoria peso-pena faixa azul e na categoria absoluto peso aberto. Já seu esposo Ricardo Siqueira garantiu o primeiro lugar na categoria pesadíssimo faixa azul, onde lutou duas categoria acima da sua, e ficou em segundo lugar na categoria absoluto peso aberto.

O casal teve apoio da distribuidora de motopeças Dois Irmão, Mult Limpo, Pizzaria Bom Jesus, deputado federal Carlos Veras, Pousada Elikarp II e a empresa de produtos de limpeza Quasar, em Patos.

O casal agradece a cada um que publica as suas matérias no Blog Santo Aleixo Online, Blog Léo Brasil, Blog J Campos, Blog Olho D’água Notícias PB e Blog JT Notícias. O exemplo do casal serve para que nossos jovens busquem a prática esportiva como qualidade de vida e grandes conquistas.







Folha Patoense – folhapatoense@gmail.com

quinta-feira, 5 de março de 2020

TCE-PB julga regulares as contas da Procuradoria de Justiça e aprova processos de nove prefeituras

TCE-PB julga regulares as contas da Procuradoria de Justiça e aprova processos de nove prefeituras



O Tribunal de Contas do Estado, reunido em sessão ordinária nesta quarta-feira (04), aprovou as contas anuais das prefeituras de Pedra Lavrada, São Mamede e Cuité (2018). Vieirópolis, Tacimã e Alagoa Nova de 2016, bem como as de São João do Cariri (2015). A Corte conheceu os recursos interpostos por ex-gestores de Juarez Távora e Queimadas para reformular os acórdãos, decidindo pela aprovação das contas de 2016. Regulares foram julgadas as contas da Procuradoria Geral de Justiça (2018).


Em sede de preliminar, o Pleno conheceu recurso de apelação impetrado pelo gestor Arthur Bonfim Galdino de Araújo, face inspeção especial em obras realizada na Prefeitura de Pocinhos, exercício de 2012. O processo deverá retornar à Auditoria para análise de questionamentos levantados pelo relator, conselheiro Fernando Catão. O Tribunal ainda entendeu pelo não provimento de recurso interposto pela ex-prefeita de Santana de Mangueira, Tânia Mangueira Nitão, referente às contas de 2016.

Vistas – Foram registrados, durante a sessão, pedidos de vistas formulados pelos conselheiros André Carlo Torres Pontes – em relação às contas do município Poço Dantas, referente ao exercício de 2014, gestão do ex-prefeito José Gurgel Sobrinho, e Fernando Rodrigues Catão, relativo a recurso de reconsideração apresentado pelo ex-prefeito de Emas, José William Segundo Madruga, sobre as contas de 2015.

Votos de Pesar – O Pleno do Tribunal de Contas aprovou, à unanimidade, “Voto de Pesar”, em razão do falecimento do ex-prefeito Marcos Odilon Ribeiro Coutinho, ocorrido no último dia 24. A proposição foi feita pelo presidente da Corte, conselheiro Arnóbio Alves Viana. Ele lembrou a trajetória do ex-prefeito, que também foi deputado estadual e, segundo Arnóbio Viana, era “remanescente de uma geração de políticos de excelente formação intelectual e humanista”.

Conduzida pelo presidente Arnóbio Alves Viana, a sessão plenária de nº 2257, contou com a participação dos conselheiros Fernando Rodrigues Catão, André Carlo Torres Pontes e Antônio Gomes Vieira Filho. Também dos conselheiros substitutos Oscar Mamede Santiago Melo, Antônio Cláudio Silva Santos e Renato Sergio Santiago Melo. O Ministério Público de Contas esteve representado pelo procurador geral Manoel Antônio dos Santos Neto.

Ascom – TCE

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

CBF divulga tabela de jogos do Brasileirão Série A 2020

Vai rolar a bola para o Brasileirão 2020. Antes do início da disputa, os torcedores puderam matar a curiosidade e conhecer a tabela com os 380 jogos que movimentam a liga mais disputada do mundo. Os confrontos foram divulgados durante o conselho técnico da Série A do Campeonato Brasileiro, que foi realizado nesta quinta-feira, na sede da CBF, no Rio de Janeiro.
A primeira rodada do Campeonato Brasileiro deve acontecer entre os dias 2, 3 e 4 de maio, que formam a data-base dos jogos de estreia dos 20 times. Atual campeão, o Flamengo receberá o Atlético-MG, no jogo que marca a abertura do Brasileirão. A partida é ainda uma reedição da final do Brasileiro de 1980, assim como o duelo entre Palmeiras e Vasco da Gama, em São Paulo, que repetem o confronto que decidiu o título de 1997.
Confira todos os jogos da primeira rodada do Brasileirão Série A 2020:
Flamengo x Atlético-MG
Botafogo x Bahia
Palmeiras x Vasco da Gama
Santos x Red Bull Bragantino
Corinthians x Atlético-GO
Grêmio x Fluminense
Sport x Ceará
Coritiba x Internacional
Fortaleza x Athletico
Goiás x São Paulo
Após 38 rodadas de disputa, os torcedores conhecerão o campeão brasileiro de 2020. A rodada final do Brasileirão está marcada para o dia 6 de dezembro.
                         OlhoD`águaNotíciasPB

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

Creas da Cidade de Olho D’água realizou a Campanha de Conscientização para o Carnaval




O público-alvo do CREAS é composto principalmente por crianças, adolescentes, idosos, mulheres, pessoas com deficiências e a população LGBT, que podem ser particularmente vulneráveis às situações de violação de direitos, além de adolescentes em conflito com a lei que estão em Cumprimento de Medida Socioeducativa de Liberdade Assistida e de Prestação de Serviços à Comunidade.

Os serviços psicossociais realizados pelo CREAS envolvem: atendimentos individualizados, atendimentos familiares, atendimentos em grupo, visitas domiciliares e participação em campanhas de prevenção e enfrentamento a situações de violação de direitos.

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social - Polo Regional Olho Dagua realizou nesta terça Campanha de Conscientização para o Carnaval abordando duas grandes temáticas: a proibição da venda de bebida alcoólica para crianças e adolescentes e a conscientização sobre o crime de importunação sexual definido pela Lei 13.718/18.

Durante o dia a equipe composta pela Coordenadora Jaianne Minervino , pelos técnicos Shermenia Ferreira, Manuella Silva, Estevan Martins e Natanna Lopes de Araujo e também pela auxiliar administrativa Maria Zilda Batista e motorista Flavio Roberto,  realizou panfletagem abordando os temas junto a população e esclarecendo dúvidas.

A equipe visitou os principais pontos de venda de bebidas alcoólicas do município de Olho Dagua e conversou com os comerciantes orientado-os sobre a proibição da venda de bebidas alcoólicas a crianças e adolescentes.



Em visita a ECI Antonio Avelino de Almeida a equipe do CREAS juntamente com a diretora da escola, Luana Rufino Araujo, e sua coordenadora pedagógica, Maria de Fatima Carvalho Costa, traçaram objetivos sobre trazer para a sala de aula a Lei de Importunação Sexual, para alunos do ensino médio.









Durante o período do carnaval é comumente vermos essas duas práticas intensificadas. O que torna a abordagem dessas temáticas extremamente necessárias nesse período.


PARA SABER MAIS:


A Lei 13.106/15, sancionada pela então presidenta Dilma Rousseff, criminaliza a venda de bebida alcoólica para crianças e adolescentes. De acordo com o texto, é proibido vender, fornecer, servir, ministrar ou entregar a menores bebida alcoólica ou outros produtos que possam causar dependência.  A pena para quem descumprir a lei é de 2 a 4 anos de detenção e multa de R$ 3 mil a R$ 10 mil pelo descumprimento da determinação, e medida administrativa de interdição do estabelecimento.

Em setembro de 2018 entrou em vigor, após ser aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, que exercia a Presidência da República de forma interina, a lei de importunação sexual.

ASCON
Chuva em Olho D'água derruba arvores e arranca placa

Chuva em Olho D'água derruba arvores e arranca placa


Resultado de imagem para chuvas

Choveu muito ontem em todo sertão paraibano inclusive na cidade de Olho D’água – PB essas chuvas que vem caindo nas cidades de vale do Piancó vem alegrando os agricultores, e o que é melhor vem enchendo os mananciais de toda a região. A chuva que caiu ontem na cidade de Olho D`água teve ventos fortes, derrubou uma árvore no Triângulo, uma placa próxima a quadra de esportes e outra árvore no Conjunto.

Os trovões assustaram muita gente nas últimas chuvas, alertamos para não ocorrer acidentes com raios e ventos fortes. Segundo informações da EMPAER (EMATER) a chuva teve um volume de 28.2 milímetros, também chovem bem em alguns locais da zona rural.

OlhoD’águaNotíciasPB

Servidores de Patos irão paralisar atividades na sexta-feira

Servidores de Patos irão paralisar atividades na sexta-feira


Dezenas de servidores atenderam o chamamento do SINFEMP – Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região e compareceram a assembleia geral ocorrida na Associação Comercial, nesta terça-feira, 18, onde deliberaram a paralisação de suas atividades no dia 21 de fevereiro, sexta-feira em todo o município.
Na assembleia foi discutida a situação dos servidores que não tem EPI – Equipamento de Proteção Individual, para poderem trabalhar, correndo sérios riscos de serem prejudicados e na oportunidade foi lançada a Campanha “Sem EPI não trabalho”, estendida a todas as categorias.
Em relação ao decreto do prefeito interino, Ivanes Lacerda, a assessoria jurídica do SINFEMP identificou uma série de irregularidades, a começar pelo próprio decreto que não pode se sobrepor a uma lei e diante disso, será dado entrada com ação na justiça para derrubar esse abuso contra os servidores públicos municipais.
No tocante a jornada de trabalho das 30 horas semanais e seis horas corridas, deveria ter sido encaminhado projeto de lei para apreciação da Câmara e não através de decreto.
Sobre o assédio moral praticado por secretários, diretores de escolas e creches, coordenadores sobre os servidores, o sindicato orientou no sentido de nenhum servidor aceitar transferências para outras secretarias pois os concursos foram feitos preenchendo vagas existentes por secretaria e outro ponto contestado foi em relação a forma que está sendo feita de maneira verbal, por WhatsApp, por sorteio, como se os servidores públicos municipais tivessem entrado no serviço público através de sorteio e não através de concurso público.
Para a Presidente do SINFEMP Carminha Soares, os servidores devem resistir a toda essa ofensiva da gestão, que está agindo fora da lei, através da pressão psicológica, provocando um verdadeiro terrorismo. “Essa gestão só vive de ameaças, fazendo o terror psicológico para tentar cumprir seus objetivos, mas os servidores irão reagir, fazer a luta”, disse a presidente.
O sindicalista José Gonçalves, presidente da CTB e vice-presidente do SINFEMP, declarou que a única forma de barrar o retrocesso é fazer a luta, a paralisação e a greve. “Esse vereador e prefeito interino de Patos, Ivanes Lacerda, que não teve um voto para ser Prefeito, não tem o direito de tocar o terror, de retirar os direitos dos servidores públicos municipais de Patos”, denunciou o mesmo.
Gonçalves orientou a todos os servidores em se manterem firmes, em seus locais de trabalho, na jornada trabalhada anteriormente, além de participarem na paralisação da próxima sexta-feira, 21.
No dia 27, quinta-feira, depois do carnaval, às 4 horas da tarde, será realizada nova assembleia geral extraordinária com indicativo de greve por tempo indeterminado. “Nenhum servidor é obrigado a trabalhar sem ter o EPI – Equipamento de Proteção Individual, e hoje um pintor do município iniciou seu trabalho sem EPI e se sentiu mal, tendo que imediatamente ser socorrido para a UPA. Isso também acontece com auxiliares de serviços que lavam banheiros sem EPI, com contato com fezes, urina, sangue. Os garis que estão tendo contato com lixo urbano, fezes e urina de cachorros nas praças e ruas. Com os pedreiros, serventes que trabalham na infraestrutura. Com as merendeiras que podem sofrer queimaduras por não ter sequer um avental, um calçado. Com os servidores que trabalham em cemitérios. Com os servidores que trabalham no Matadouro. Com todos os servidores que trabalham em locais insalubres e não está sendo assegurado esse direito, assegurado na NR 6, Norma Regulamentadora do Ministério do Trabalho e Emprego”, afirmou o sindicalista.
O SINFEMP irá intensificar a mobilização nos locais de trabalho, denunciar as condições de trabalho, como também entrar com as ações na justiça para reverter a situação.

sinfemp.com.br
Polícias Civil, Militar e Bombeiros deflagram paralisação durante 12h na Paraíba; delegacias serão fechadas

Polícias Civil, Militar e Bombeiros deflagram paralisação durante 12h na Paraíba; delegacias serão fechadas



As Polícias Civil, Militar e o Corpo de Bombeiros deflagraram uma paralisação nesta quarta-feira (19), na Paraíba. A paralisação acontece para a realização de uma Assembleia Geral Unificada com o objetivo de discutir um maior percentual de reajuste salarial.


Com a paralisação, as polícias decidiram fechar as delegacias a partir das 12h. As atividades dos servidores da segurança serão suspensas pelo período de 12 horas e serão mantidos apenas os atendimentos de urgência.

Os policiais civis alertam que os registros sejam feitos na Central de Flagrantes a partir das 12h.

Segundo uma nota, divulgada nessa terça-feira (18), o Fórum dos Servidores das Entidades das Polícias Civil, Militar e Bombeiros, informou que há 10 meses tenta dialogar com o Governo e que o governador pediu que o prazo para emitir resposta à proposta das entidades fosse prorrogado para o próximo dia 21, descumprindo acordo que previa uma resposta para esta terça (18).


Já os policiais militares foram orientados a sair do plantão extra e manter a operação padrão.




ClicPB.

Criação da Fundação PB Saúde é publicada no Diário Oficial do Estado

Criação da Fundação PB Saúde é publicada no Diário Oficial do Estado



A lei que que autoriza a criação da Fundação PB Saúde foi publicada no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (18). Os próximos passos são a criação de um CNPJ, o registro do Estatuto e a incorporação de patrimônio, conforme já informou a Secretaria de Estado da Saúde. Depois disso, o governo do Estado está apto a realizar concurso e promover seleção para a contratação de pessoal.

O Hospital Geral de Mamanguape será o primeiro a ser incorporado ao patrimônio da fundação. Até agosto de 2020, serão incorporados à PB Saúde os hospitais: Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena e Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, em João Pessoa; Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro e Maternidade Peregrino Filho, em Patos; Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande.

De acordo com a lei, o regime de pessoal da PB Saúde será o da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e a investidura de pessoal será por meio de concurso ou processo seletivo simplificado público, de provas ou de provas e títulos.

As exceções são os empregos de livre nomeação e exoneração dos que integrem o quadro de pessoal em funções de direção, chefia e assessoramento.


noticiasdovalepb

STJ ignora provas apontadas pelo Gaeco e mantém Ricardo em liberdade com medidas cautelares

STJ ignora provas apontadas pelo Gaeco e mantém Ricardo em liberdade com medidas cautelares



Em sessão realizada nesta terça-feira (18), o STJ julgou recurso da Procuradoria Geral da República (PGR) contra decisão do ministro Napoleão Nunes Maia, que em dezembro de 2019 colocou em liberdade o ex-governador e ex-presidiário Ricardo Coutinho (PSB).

A relatora do processo, ministra Laurita Vaz, votou contra o agravo da PRG e alegou que Ricardo Coutinho não teria influência sobre as investigações. “O decreto prisional não demonstra de forma categórica de que forma o paciente age de forma delituosa atualmente, pois não exerce mais o cargo de governador. Não há no decreto nenhuma referência concreta de quem seriam os agentes que ainda atuariam na orcrim e quais papéis ainda desempenham no grupo”, disse a ministra.

Ao manifestar o voto, a ministra propôs ao invés da prisão, medidas cautelares como comparecimento periódico em juízo; proibição de manter contato com os demais réus, exceto com o seu irmão (é corréu); proibição de sair da comarca; afastamento da atividade de natureza econômica financeira no estado Paraíba.

Além de Laurita Vaz, votaram contra o recurso da PGR os ministros Sebastião Reis Júnior , Nefi Cordeiro e Antonio Saldanha Palheiro, enquanto o ministro Rogério Schietti votou pela prisão.

Entenda o caso

O ex-governador Ricardo Coutinho foi preso na sétima fase da Operação Calvário, deflagrada em 17 de dezembro do ano passado.

Conseguiu uma liminar em habeas corpus e foi solto em 21 de dezembro. Outros 4 presos da Calvário conseguiram extensão do benefício e habeas corpus, as ex-secretárias Márcia Lucena, e Cláudia Veras, o advogado Francisco Ferreira, e David Clemente.

O Ministério Público Federal interpôs recurso de Agravo Regimental para que a decisão liminar do ministro Napoleão Nunes Maia fosse reconsiderada, e o ex-governador Ricardo Coutinho retorne  à prisão.


paraibaradioblog.com

Prazo para eleitor regularizar título termina em maio

Prazo para eleitor regularizar título termina em maio



Os cidadãos que tiveram o título de eleitor cancelado têm até o dia 6 de maio para regularizar a situação. Após o prazo, quem não estiver em dia com o documento, não poderá votar nas eleições municipais de outubro, quando serão eleitos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores nos 5.568 municípios do país.

No ano passado, 2,4 milhões de títulos foram cancelados porque os eleitores deixaram de votar e justificar ausência por três eleições seguidas. Para a Justiça Eleitoral, cada turno equivale a uma eleição.

Para regularizar o título, o cidadão deve comparecer ao cartório eleitoral próximo a sua residência, preencher o Requerimento de Alistamento Eleitoral (RAE) e apresentar um documento oficial com foto. Além disso, será cobrada uma multa de R$ 3,51 por turno que o eleitor deixou de comparecer. O prazo para fazer a solicitação termina no dia 6 de maio, último dia para emissão do título e alteração de domicílio eleitoral antes das eleições.

Além de ficar impedido de votar, o cidadão que teve o título cancelado fica impedido de tirar passaporte, tomar posse em cargos públicos, fazer matrícula em universidades públicas, entre outras restrições.

A situação de cada eleitor pode ser verificada no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O primeiro turno será realizado no dia 4 de outubro. Se necessário, o segundo turno será no dia 25 do mesmo mês. Cerca de 146 milhões de eleitores estarão aptos a votar.

Edição: Bruna Saniele – Agência Brasil

terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

Plano de Ação para acabar com lixões na Paraíba é apresentado a prefeitos

Plano de Ação para acabar com lixões na Paraíba é apresentado a prefeitos



O Ministério Público da Paraíba (MPPB), o Governo do Estado e a Federação das Associações dos Municípios da Paraíba (Famup) promoveram, na quinta-feira (6), uma reunião com prefeitos e secretários municipais para apresentar a eles o Plano de Ação que visa auxiliar os municípios paraibanos a erradicar os lixões a céu aberto e dar o destino correto aos resíduos sólidos.

Prefeitos de 51 municípios que já assinaram acordos de não-persecução penal com o MPPB e que ainda não conseguiram fechar os lixões foram convidados a participar da primeira reunião de trabalho.

Essas prefeituras deverão ser beneficiadas, prioritariamente, nesta primeira etapa do projeto do Governo do Estado, que destinou R$ 3 milhões para a construção de 12 Unidades de Triagem de Resíduos Sólidos, a serem instaladas nos municípios de Marcação, Mari, Serra Branca, Taperoá, Picuí, Lagoa de Dentro, Ingá, Juazeirinho, Remígio, Queimadas, Caaporã e Juripiranga. O critério para escolha desses municípios levou em conta um estudo realizado pelo Ministério Público e a capacidade das cidades de comportarem galpões.

O projeto estabelece quais são as obrigações e contrapartidas de cada ente: Estado, municípios que vão sediar os centros de triagem e municípios que serão cooperados.

O plano de ação foi apresentado pela secretária de Desenvolvimento da Articulação Municipal do Estado, Ana Claudia Vital do Rego, aos gestores. “Esse (a gestão dos resíduos sólidos e o lixão) é um problema que existe há décadas no Brasil e que não é de fácil resolução. Embora não seja uma obrigação legal do Governo do Estado, sabemos da realidade das prefeituras e estamos sensíveis às dificuldades dos prefeitos. Por isso, nos engajamos nesse projeto e estamos trabalhando para dar suporte aos municípios”, disse, acrescentando que mais recursos estaduais deverão ser destinados para a construção de outros centros de triagem de resíduos sólidos, beneficiando, nas próximas etapas, mais municípios.

Além da contrapartida financeira, os municípios deverão atender exigências técnicas e adotar medidas para participar do projeto, como a criação de Associação de Catadores em conjunto com os municípios parceiros (no caso dos municípios que vão sediar os centros de triagem); a implementação da coleta seletiva, a aquisição de um kit básico de equipamentos e a criação de um pátio de compostagem nos municípios parceiros, por exemplo.

O procurador de Justiça Francisco Sagres, que presidiu a reunião, destacou o trabalho que o Ministério Público estadual vem realizando para dar suporte aos prefeitos, orientando-os sobre soluções técnicas para acabar com os lixões em seus municípios e explicou que os prefeitos que não cumpriram o prazo do acordo já foram notificados para informarem as medidas adotadas. “A finalidade desse convênio é contribuir com os municípios para que haja o cumprimento do acordo de não-persecução penal. Conseguimos o apoio do Estado, que disponibilizou recursos para a construção desses centros. Também estamos indo aos municípios para orientar gestores e população a como fazer a coleta seletiva do lixo. Todo o apoio está sendo dado. Aqueles gestores que não estão fazendo nada serão denunciados”, disse.

O secretário-executivo da Famup, Pedro Dantas, por sua vez, falou que questões técnicas, burocráticas e orçamentárias enfrentadas pelos municípios têm dificultado o fechamento dos lixões e destacou a importância do apoio do Ministério Público da Paraíba e do Governo do Estado para superação desses problemas.

A reunião foi aberta pelo procurador de Justiça Francisco Sagres. Também compuseram a mesa de trabalho, o coordenador do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa do Meio Ambiente, Consumidor e Saúde, o promotor de Justiça Raniere Dantas; a secretária de Articulação Municipal do Estado, Ana Cláudia Vital do Rego; o presidente da Famup, Fábio Coelho; o secretário executivo do Empreender Paraíba, Fabrício Feitosa; a engenheira civil da Superintendência do Meio Ambiente (Sudema), Carolina Queiroz e o presidente da Cooperativa de Catadores de Itabaiana, José Marques de Souza.

Na ocasião, o promotor de Justiça de Defesa do Meio Ambiente de João Pessoa, José Farias, falou sobre a Lei 12.305/2010, que implementou a Política Nacional de Resíduos Sólidos e suas obrigações, sobre o fechamento dos lixões e a inserção de catadores no sistema público de coleta seletiva. “No lixão tem gente a quem negamos dignidade e uma montanha de recursos. Mas, só vemos problemas. Estamos desperdiçando diariamente montanhas de recursos. O lixo coletado nas cidades pode gerar riqueza, emprego e renda para famílias”, disse.

O professor do campus de Pedras de Fogo do Instituto Federal da Paraíba (IFPB), Frederico Campos Pereira, também apresentou aos gestores os benefícios do projeto desenvolvido no município de Picuí a partir do reaproveitamento dos resíduos orgânicos produzidos na cidade (o que representava 47% do lixo produzido na cidade). Segundo ele, o projeto ‘Fábrica de solos’ viabilizou a produção de 20 toneladas de adubo por mês a partir do lixo orgânico produzido na cidade. O produto passou a ser utilizado por agricultores, espaços públicos (como jardins e praças), além de ter diminuído o custo com transporte de resíduos que eram destinados a aterro sanitário.

Fonte Assessoria

Fortes chuvas causam vários estragos no centro de Patos

Fortes chuvas causam vários estragos no centro de Patos




Diversas árvores desabaram, causando danos a veículos, à rede elétrica e transtornos à população após ventania e chuva neste domingo (9), em Patos, no Sertão da Paraíba.

No Centro de Patos, na R. Pedro Caetano, uma árvore centenária desabou após os fortes ventos, atingindo um veículo e rompendo fios da rede elétrica.

Na Praça do Fórum Bivar Olyntho, uma árvore foi ao chão após a ventania.

Guarnições do 4º Batalhão do Bombeiro Militar (4º BBM) foram acionadas para ajudar na remoção da árvore sobre os veículos na Rua Pedro Caetano. Partes do Centro da cidade ficaram sem energia elétrica.

 

Fonte Redação