sábado, 9 de maio de 2020

Palmeiras deve mais de R$ 150 milhões por contratações


Palmeiras deve mais de R$ 150 milhões por contratações

O balanço financeiro de 2019 mostra que o Palmeiras tem ainda R$ 152,48 milhões para pagar, dentro e fora do país, por contratações realizadas nos últimos anos. São R$ 91,41 milhões devidos a entidades nacionais e R$ 61,06 milhões a clubes estrangeiros. 

De acordo com o Verdão, todos os lançamentos estão contemplados na previsão orçamentária de 2020 e são de compras a prazo. O clube teve arrecadação de R$ 641,9 milhões e fechou a temporada passada com superávit de R$ 1,7 milhão – não há déficit nas contas alviverdes desde 2014. 

As dívidas com times do exterior aparecem discriminadas no balanço (a maior delas é por Vitor Hugo, com a italiana Fiorentina). As nacionais, não. Alguns atletas pelos quais o Palmeiras tem de pagar já não estão mais no elenco.

Carlos Eduardo, por exemplo, contratado do Pyramids, do Egito, foi negociado com o Athletico-PR, e Ivan Angulo, adquirido do Envigado, da Colômbia, foi emprestado ao Cruzeiro. Além de Deyverson, hoje no Getafe, e Miguel Borja, atacante do colombiano Junior Barranquilla. 

A questão de Borja, inclusive, está na Fifa. O Palmeiras deve ao Atlético Nacional, e o clube colombiano entende que a decisão da entidade obriga o time brasileiro a pagar por 30% dos direitos do jogador por ele não ter sido negociado até agosto de 2019. A diretoria do Verdão contesta por ter um entendimento diferente da ação. 

Globo

Brasil
Paraíba
Deixe seu Comentário

0 comentários: